Notícias

VISITA DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA DA ARGÉLIA À AM

IMG 7374 resize

No âmbito das atividades de Cooperação Bilateral, decorreu, entre 02 e 08 de maio de 2017, uma visita de estudo a Portugal de uma delegação de 18 alunos da Escola Superior de Guerra, da Argélia, chefiados por um Oficial General.

Na sequência do programa da estadia no nosso país, os alunos efetuaram em 04 de maio de 2017, uma visita às dependências históricas do Palácio da Bemposta, onde lhes proporcionado um conhecimento abrangente da Academia Militar (AM) – a sua história, missão, organização, tendo ainda visitado o Átrio do Palácio da Bemposta, Memorial dos Antigos Alunos Mortos ao Serviço da Pátria, Sala D. João IV, Biblioteca, Salão Nobre, Museu e Capela da Academia Militar, terminando com a degustação de um chá “D. Catarina”.

No final, a comitiva deslocou-se para o Aquartelamento da AM, na Amadora (AAMA), onde foi recebida pelo Exmo. 2º Comandante da AM e Diretor de Ensino, Brigadeiro-General Hermínio Teodoro Maio, visitado as instalações do AAMA e assistido à formatura do Corpo de Alunos.

A visita terminou com um almoço servido na Messe de Oficiais.

Imagens alusivas à visita. Selecione para ampliar:

ALMOÇOS COM “SABE[O]R MILITAR"

IMG 7202 resize

No âmbito de uma iniciativa que visa efetuar um ciclo de visitas convidando ilustres entidades Militares a deslocarem-se à Academia Militar, de forma a proporcionar aos Cadetes-Alunos, futuros Comandantes, o contacto com o vasto conhecimento, experiências e ensinamentos de quem atingiu as mais altas funções e cargos militares, teve lugar, em 02 de maio, no Campus da Amadora, uma visita do Tenente-General José Carlos Filipe Antunes Calçada, Ajudante-General do Exército, a quem foi ofertado simbolicamente um exemplar da 2.ª edição do livro “Viver Academia Militar”.

O Tenente-General Antunes Calçada, tomando a palavra dirigiu-se então aos alunos, salientando o comando de tropa como a essência do ser-se Oficial, a importância do exemplo, e a resiliência sempre necessária em qualquer situação, o “nunca desistir” como terá referido, discurso breve mas eivado de conselhos e mensagens-chave, que a todos cativou, contribuindo seguramente para a motivação e orientação dos presentes.

Imagens alusivas à visita. Selecione para ampliar:

I CONCURSO NACIONAL COMBINADO DA ACADEMIA MILITAR

IMG 6661 resize

Realizou-se no passado dia 29 de abril, no Aquartelamento da Academia Militar (AM) na Amadora e no Regimento de Lanceiros N.º 2, o I Concurso Nacional Combinado (CNC) da AM. O evento que foi integrado no calendário dos “Campeonatos Desportivos Militares – Equitação 2017”, contou com a participação de cavaleiros militares, alunos da AM e dos Estabelecimentos Militares de Ensino, bem como, de civis que se inscreveram através da Associação de Concurso Completo de Equitação, e foi constituido pelas seguintes provas:

› CNC PRELIMINAR, onde participaram 14 conjuntos;
› CNC INICIAÇÃO, onde participaram 12 conjuntos;
› OPEN de OBSTÁCULOS nível PRELIMINAR, onde participaram 12 conjuntos; e
› OPEN de OBSTÁCULOS nível INICIAÇÃO, onde participaram 28 conjuntos.

As classificações gerais ficaram ordenadas da seguinte forma:

CNC PRELIMINAR

  • 1º Classificado: Soldado RC Rúben Cruz, montando FAIRPLAY;
  • 2º Classificado: Tenente Cavalaria Lino Baptista, montando BOYZONE AC;
  • 3º Classificado: Soldado RC Hugo Teixeira, montando BAÍNHA DE MAFRA;
  • 4º Classificado: Alferes de Cavalaria Fernando Fernandes, montando BANDA DE MAFRA;
  • 5º Classificado: Tenente de Cavalaria da GNR Sara Santos, montando EXUBERANTE.

CNC INICIAÇÃO

  • 1º Classificado: Major Medicina Veternária Francisco Medeiros, montando GOELA;
  • 2º Classificado: Tenente-Coronel de Cavalaria Luís Gomes da Silva, montando FAVORITO;
  • 3º Classificado: Cadete-Aluno da AM Gonçalo Sousa, montando BUCÉFALO.

OPEN de OBSTÁCULOS nível PRELIMINAR

  • 1º Classificado: Tenente de Cavalaria da GNR Sara Santos, montando ARDUSCO;
  • 2º Classificado: Aluna do Colégio Militar Alexandra Bernardino, montado QUEENIE DE BEAUFOR;
  • 3º Classificado: Alferes de Cavalaria Francisco Teixeira, montando AJAX AR;
  • 4º Classificado: Aluno do Colégio Militar Filipe Carvalho, montando DELTA;
  • 5º Classificado: Capitão de Cavalaria da GNR Freitas Reis, montando STATUS QUO.

OPEN de OBSTÁCULOS nível INICIAÇÃO

  • 1º Classificado: Aluno do Colégio Militar Gonçalo Calado, montando BABILÓNIA;
  • 2º Classificado: Tenente de Cavalaria David Silva, montando ÁS-DIR;
  • 3º Classificado: Aluno do Colégio Militar Vicente Durão, montando OPRESSOR DE FOJA;
  • 4º Classificado: Cadete-Aluna da Academia Militar Carolina Rosa, montando, ACTRIZ DE MAFRA;
  • 5º Classificado: Aluno do Colégio Militar Diogo Gomes da Silva, montando XILOL DE MAFRA.

Imagens alusivas ao evento. Selecione para ampliar:

1 

PORTUGAL – Academia Militar, 27-28 de abril de 2017 | PORTUGAL – Military Academy, 27-28 april 2017

Com base nos resultados encorajadores da 1ª e 2ª Conferências CD SDP da NATO, a 3ª edição desta Conferência representou uma oportunidade única para explorar novas ideias, permitiu reforçar o desenvolvimento de sinergias estimulando a cooperação com a indústria e o meio académico, reforçar a complementaridade dos esforços NATO-UE e estimular a cooperação entre todos os Projetos de Smart Defence e Pooling & Sharing no domínio da cibersegurança e da ciberdefesa.
Building upon the encouraging results of the 1st and 2nd NATO CD SDP Conference, the 3rd edition of this Conference presented an unusual opportunity to explore new ideas, towards a more synergetic approach between all the NATO Cyber Defence Smart Defence Projects and Pooling & Sharing, enhancing cooperation with industry and academia and reinforcing the NATO-EU complementarity of efforts on the field of Cyber Security and Cyber Defence.

Neste âmbito, foi dada especial atenção à cooperação da NATO com a indústria, com o meio académico e às novas oportunidades de cooperação NATO-UE no domínio cibernético, tendo como referência a declaração conjunta assinada em Varsóvia no dia 08 de julho de 2016.
In this context, particular attention was given to NATO's cooperation with industry, academia and the new NATO-EU cooperation opportunities in cyber domain, based on the joint declaration signed in Warsaw on 8 July 2016.

Tendo por base este enquadramento multidimensional e cooperativo, esta conferência conseguiu, com os 328 registos de presenças confirmadas, o sucesso de reunir os três Projetos NATO de Smart Defence na área da Ciberdefesa fortemente empenhados em unir esforços e trabalhar em conjunto com a indústria e o meio académico, construindo a necessária ponte entre as iniciativas internacionais e nacionais.
Within this cooperative and multidimensional framework, this conference successfully gathered, with the 328 registers confirmed attendance, the three Cyber Defence Smart Defence Projects, strongly committed to joining efforts and working together with industry and academia, building the necessary bridge between international and national initiatives.

Estes Projetos são: o Multinational Cyber Defence Capability Development (MN CD2), liderado pela Holanda; o Malware Information Sharing Platform (MISP), liderado pela Bélgica; e o Multinational Cyber Defence Education and Training (MNCDE&T), liderado por Portugal.
Those Projects are: the Multinational Cyber Defence Capability Development (MN CD2) Project, led by the Netherlands; the Malware Information Sharing Platform (MISP) Project, led by Belgium; and the Multinational Cyber Defence Education and Training (MNCDE&T) Project, led by Portugal.

Em cada um dos painéis e sessões, reunimos um conjunto alargado de especialistas – da área civil e militar, do Governo e do sector privado, da comunidade nacional e internacional.
For each of the sessions we brought together a broad range of expertise – from the civilian and military communities, from the government and private sector, from the national and International participants.

Neste contexto, tanto ao nível NATO como da UE, Portugal tem vindo a estabelecer pontes e a contribuir para estimular a cooperação NATO-EU, nomeadamente, no campo da Educação e Treino em Ciberdefesa.
At both NATO and EU levels Portugal is bridging efforts and contributing to enhance NATO-EU cooperation, namely on the field of Cyber Defence Education and Training.

No final deste evento, foi possível concluir que a 3ª CD SDP Conference constituiu uma excelente oportunidade para consolidar o caminho a percorrer e para reforçar a ligação entre a comunidade nacional e internacional ligada à Ciberdefesa e à Cibersegurança.
At the end of this event, we should conclude that this 3rd CD SDP Conference was an excellent opportunity to pave the way and to strengthen the links between the National and International Cyber Defence and Cyber Security Community.

Com a satisfação de mais esta organização, formulamos votos de que a consecução dos objetivos desta Conferência possa vir a contribuir para reforçar as sinergias nacionais e para estimular a cooperação dos Países Aliados e dos Estados Membros na construção de um ciberespaço mais aberto, inclusivo e seguro.
May the accomplishment of this Conference’s objectives contribute to strengthen national synergies and foster Allies´ and Member States cooperation towards a more open, inclusive and secure cyberspace.

Apresentações realizadas no decorrer da Conferência:
Presentations rolled in the conference:

Dia 1 | Day 1

Dia 2 | Day 2

ORION17 - SEMINÁRIO WARFIGHTING CHALLENGES

No passado dia 11 de Abril, no âmbito do Exercício ORION, decorreu no Auditório General Morais Sarmento da Academia Militar - Campus da Amadora, o seminário subordinado ao tema Warfighting Challenges, presidido pelo Exmo. Tenente-General Comandante das Forças Terrestres, Tenente-General António Xavier Lobato de Faria Menezes, contou também com a presença do Exmo. Major-General 2º Comandante do Comando das Forças Terrestres, Major-General Fernando Cóias Ferreira, e do Exmo. Comandante da Academia Militar, Major-General João Vieira Borges.

O referido seminário contou com intervenções do Estado-Maior do Exercito, Comando das Forças Terrestres, Academia Militar, além de representantes de países aliados - de Espanha e dos Estados Unidos da América, versando temas como From the Defense  & Security to the Army Readiness, Lessons Learned within NRDC-ESP and Portuguese Army, Develop Situation Understanding/Ongoing and Future missions/Exercice Command Mission within US Army, USMC and TRADOC, e PRT Bde’s Operational Training and ongoing NATO commitments.

As conclusões dos trabalhos foram apresentados por docentes do Departamento de Ciências e Tecnologia Militares (DCTM), da Academia Militar.

Imagens alusivas ao Seminário:

ApoioORIN7 resizeDSCN0206 resizeApoioORION1 resizeApoioORION2 resizeApoioORION3 resizeApoioORION6 resizeDSCN0223 resizeDSCN0241 resize

V SEMINÁRIO SOBRE DIREITO MILITAR “O EMPREGO DAS FORÇAS MILITARES EM MISSÕES DE PROTEÇÃO CIVIL - IMPLICAÇÕES JURÍDICAS”

IMG 4388 resize

Teve lugar no Auditório Morais Sarmento, na Academia Militar - Campus da Amadora, no dia 19 de abril de 2017, o V Seminário de Direito Militar subordinado ao tema “O emprego das Forças militares em missões de proteção civil - implicações jurídicas”.

O mesmo foi dividido em dois painéis, sendo o primeiro subordinado ao tema “Forças Militares e Proteção Civil”, moderado pelo Professor Doutor Jorge Simão da Academia Militar, onde contou com a intervenção do Professor Doutor António Duarte Amaro, da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa e do Tenente Coronel da Guarda Nacional Republicana Albino Tavares, 2º Comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O painel final, cujo tema foi “Sociedade de Risco”, foi moderado pelo Professor Doutor José Fontes da Academia Militar e contou com a intervenção do Professor Doutor Nelson Lourenço da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

O Seminário foi presidido pelo Exmo. Comandante da Academia Militar, Major-General João Vieira Borges, e contou a participação de entidades de prestígio nacional na área.

Imagens alusivas ao Seminário:

SIMPÓSIO DE SAÚDE OPERACIONAL “ESPECIFICIDADE DO TREINO OPERACIONAL”

Teve lugar, no passado dia 10 de abril, no auditório General Morais Sarmento da Academia Militar (AM) – Campus da Amadora, o Simpósio de Saúde Operacional “Especificidade do Treino Operacional”, presidido pelo Exmo. Diretor de Formação, do Exército Portugês, Major-General Ulisses de Oliveira, e que contou, igualmente, com a distinta presença do Exmo. Diretor da Direção de Saúde, do Exército Portugês, Brigadeiro-General Nuno Canas Mendes, e de uma vasta plateia de militares - quer da área da saúde, quer da área operacional, que tiveram o privilégio de assistir aos mais variados temas sobre “Saúde Operacional”, explanados pelos seguintes palestrantes:

  • Prevenção de Riscos Psicossociais – Tenente Coronel Psicólogo Garcia Lopes;
  • Medical Intelligence - Major Médica Sónia Gil;
  • Cardiologia do Exercício - Major Médico Hélder Dores;
  • Golpe de Calor - Major Médico Sérgio Janeiro;
  • Alimentação e Segurança Alimentar em campanha - Major Médico Veterinário Pedro Silva;
  • Ciclo Circadiano e Privação do Sono - Capitão Médico Carlos Capela;
  • Risco Sanitário - Capitão Médico Pedro Ananias;
  • Avaliação e Seleção Específicas para Forças Especiais - Capitão Médico Luís Moreno;
  • Doping e Toxicologia - Capitão Farmacêutico Tiago Gonçalves;
  • Stress Músculo-Esquelético no Exercício - Capitão Médico José Lito Mónico;
  • Exercício e Nutrição - Doutora Leonor Loureiro.

Imagens alusivas ao Simpósio:

SAUDE4 resizeSAUDE2 resize SAUDE9 resizeSAUDE5 resize

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS - “PATRIMÓNIO CULTURAL E TURISMO SUSTENTÁVEL

A Academia Militar, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e sob o tema “Património cultural e turismo sustentável”, associou-se a este evento, pela apresentação de um programa de várias atividades e disponibilizado no website da Direção Geral do Património Cultural (DGPC), em:

O programa contemplou várias atividades, das quais se salientaram as visitas guiadas à Capela e ao Palácio da Bemposta, durante os dias 17 e 18 de abril, com destaque ao seu valioso património artístico, interatividades temáticas com alguns dos visitantes, nomeadamente a experimentação de acorrentados(as), exposição de um livro antigo (1694) e visionamento de negativos do período da Grande Guerra.

Na atividade, participaram cerca de seis dezenas de pessoas, de diferentes grupos etários, nacionalidades e habilitações literárias.

CAVE2005 0419AS.jpg 1 resizeCAVE2005 0415CA resizeCapelaBemposta