PN2020APRESENTAÇÃO DOS PRESÉPIOS DE NATAL

No âmbito das atividades evocativas de Natal, na passada semana, o Corpo de Alunos, apresentou perante o Exmo. Comandante da Academia Militar, Major-General Luís António Morgado Baptista, os Presépios de Natal.

Resumidamente partilhamos os cinco Presépios de Natal, segundo a perspetiva de cada Companhia de Alunos:

 

1.ª Companhia de Alunos

1CAlA 1.ª Companhia de Alunos representou no seu presépio as duas formas de proveniência dos alunos da 1.ª Companhia, a civil e a militar e ainda refletiu sobre a Pandemia da COVID-19.

Foram elaboradas duas árvores de Natal, uma civil e outra militar. A primeira, foi representada pelo típico pinheiro de Natal decorado com fitas, bolas e um anjo, semelhante às que encontramos na generalidade das casas. A árvore de Natal militar, inspirada no facto da Companhia ter um número considerável de Cadetes oriundos da vida militar, foi elaborada a partir de um ramo de oliveira, símbolo da vitória e da paz e decorada com a heráldica fornecida pelos referidos Cadetes, identificativa do seu percurso profissional, pelo que encontramos distintivos de cursos, como o de Comandos, Paraquedistas ou Polícia do Exército, e ainda escudos de Unidades e brasões de Comandos Territoriais, das mais variadas unidades do Exército e da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Quanto ao presépio propriamente dito, a 1.ª Companhia construiu uma cabana coberta por uma rede de camuflagem, onde se abrigavam José e Maria, aguardando a chegada de Jesus, vindo do celeste céu através de um salto de paraquedas. Devido à Pandemia da Covid-19, os três Reis Magos não puderam comparecer devido às restrições de circulação entre concelhos, bem como para não constituir um grupo com mais de cinco pessoas. No entanto, não deixaram de marcar a sua presença, através do envio dos seus presentes por via aérea. Ao contrário dos históricos presentes: ouro, incenso e mirra, este Natal, os Reis Magos foram representados oferecendo figuras simbólicas das armas e serviços do Exército e da GNR.

2.ª Companhia de Alunos

2CAl

A 2.ª Companhia de Alunos optou por, na sua apresentação do Presépio, retratar algo que transmitisse aquilo que é o Natal, uma época de união, solidariedade e família. Por outro lado, o tema COVID-19 não teve lugar, uma vez que quiseram focar-se apenas em aspetos positivos.

Deste modo, os Cadetes construíram uma lareira para representar o calor e o conforto de casa, pois a Academia Militar (AM) também se tornou de certa forma a casa de todos eles. Seguindo este mesmo raciocínio, foram acrescentados adereços que representassem um ambiente que se assemelhasse a um lar, como um cadeirão junto à lareira com um tapete e a tradicional árvore de Natal, adornada com as cores da 2.ª Companhia. Foi ainda construído o presépio que representa a conhecida história dos três Reis Magos, sendo que estes seguiram uma estrela que indicava o caminho que deveriam de seguir para junto do menino Jesus. À volta deste foram acrescentados acessórios como pinheiros e neve para que pudessem representar, não só o Inverno, mas também o ambiente de Mafra, que é algo familiar e característico a todos os cadetes da AM.

Em cima do presépio, pendurado numa corda, foi acrescentado um Pai Natal, camuflado, que deixou junto da árvore de Natal uma mochila de guerra cheia de brinquedos. Estes brinquedos foram angariados e entregues pela 2.ª Companhia de Alunos, a uma instituição de caridade, para ajudar aqueles que mais necessitam nesta época tão especial.

3.ª Companhia de Alunos

3CAlA 3.ª Companhia de Alunos introduziu a componente militar no Presépio, já que esta foi a opção de carreira que decidiram seguir e ainda, os desafios atuais decorrentes da Pandemia da COVID-19.

Deste modo, explicaram a viagem dos três Reis Magos, com recurso a uma caixa de areia, instrumento primário e basilar da instrução militar, inserindo algumas dificuldades e restrições, com as quais estes se teriam deparado se o nascimento de Jesus tivesse ocorrido em plena Pandemia e que haveriam de ultrapassar para cumprir a sua missão.

Sendo o Natal, uma época de caridade, solidariedade e amor pelo próximo, a 3.ª Companhia, construiu um cabaz de Natal, cuja angariação de fundos reverteu para a Comissão de Solidariedade, que assim pôde ajudar que mais precisa.

4.ª Companhia de Alunos

4CAl

A 4.ª Companhia de Alunos adaptou o tradicional Presépio de Natal à conjuntura decorrente da pandemia da COVID-19, transmitindo a mensagem de que este ano as quadras festivas serão diferentes, para que o amanhã seja um dia melhor.

No Presépio quiseram representar a atualidade, bem como a missão do Exército Português e da GNR, nomeadamente o importante papel que têm desenvolvido durante a Pandemia da COVID-19. Assim, representaram Maria, José e o menino Jesus, com um computador no colo, a falarem com o Arcanjo Gabriel via Zoom, que queria acompanhar o crescimento do Menino, mas que, devido à restrição de circulação entre concelhos, não o pode fazer presencialmente. Os Reis Magos Baltazar, Belchior e Gaspar, quando seguiam a estrela guia, rumo a Belém, para entregar as prendas ao Menino Jesus, pelo caminho, foram parados numa ação de fiscalização, por uma patrulha da GNR que, devido à restrição de circulação entre concelhos, não permitiu que os Reis fossem entregar as prendas, que este ano ao invés do tradicional ouro, incenso e mirra, eram luvas, máscaras cirúrgicas e gel hidroalcoólico. Por fim, representaram os militares do Exército através do seu papel na desinfeção de infraestruturas naquela área geográfica.

5.ª Companhia de Alunos

5CAlO Presépio da 5.ª Companhia de Alunos centrou-se numa vivência de Natal muito diferente da nossa: a de uma situação de instabilidade e incerteza devido a um conflito armado.

Assim e de forma a identificar a Arma ou Serviço dos alunos que compõem esta Companhia, no Presépio colocaram um hospital de campanha, com o médico e o veterinário a exercerem as suas respetivas funções. Construíram uma área de bivaque e colocaram um carro de combate, em representação do Serviço de Material. Num plano superior, dispuseram a Estrela-Cadente e o Anjo Gabriel, anunciando a parte mais importante do presépio: Jesus, Maria e José, que se encontram sob o olhar atento dos Reis Magos, por Zoom, lembrando estes tempos de distanciamento social. Por último, temos o paraquedista farmacêutico, trazendo uma mochila, desta vez não com equipamento de combate, mas com a tão ansiada vacina contra a COVID-19.