Maquete1

PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A Academia Militar, em conjunto com o Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação da Academia Militar (CINAMIL) e o Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, deram início ao projeto com a finalidade de melhorar a eficiência energética e gerir os consumos dos edifícios do Exército Português. Tiveram como objeto de estudo inicial o campus da Academia Militar, na Amadora, e, futuramente, a Unidade de Apoio Geral de Material do Exército (UAGME) e o Regimento de Manutenção (RMan) com o intuito de criar modelos computacionais das diferentes tipologias de edifícios existentes no Exército português.

O projeto simulou o comportamento dos edifícios através de auditorias energéticas complementadas com modelos computacionais criados no City Energy Analyst, no DesignBuilder e na ferramenta ECO.AP, de forma a permitir estimar os consumos dos edifícios em contexto virtual. Através da construção destes modelos, que variam consoante a tipologia dos edifícios, pretende-se estudar de uma forma macro os consumos energéticos das Unidades, Estabelecimentos e Órgãos (U/E/O) do Exército Português e propor medidas de eficiência energética, redução de custos elétricos e térmicos, tendo como referência os mais recentes planeamentos estratégicos nacionais, Plano Nacional de Energia e Clima (PNEC 2030), Estratégia de Longo Prazo para a Renovação de Edifícios (ELPRE) e o Plano Nacional de Recuperação e Resiliência (PRR).

Maquete