img erasmus docentesErasmus - Support Documents

Quem pode participar nesta ação de Mobilidade dos docentes Erasmus?

Só as Instituições que dispõem de uma Carta Erasmus podem enviar ou receber professores em mobilidade Erasmus.
A proposta de seleção de professores para participar nesta ação é feita pelo Gabinete Erasmus, sendo a decisão final tomada pelo Exmo. Comandante da Academia Militar.

Objetivos

  • Proporcionar aos professores uma oportunidade de valorização pessoal e profissional;
  • Reforçar a cooperação e intercâmbio entre instituições de países diferentes;
  • Incentivar a internacionalização da Academia Militar, divulgando a variedade e o conteúdo do seu “leque de ofertas” e procurando o intercâmbio de conhecimentos sobre modelos pedagógicos e científicos diferentes;
  • Permitir que os estudantes de outros países, que não podem participar num programa de mobilidade, beneficiem dos conhecimentos e da experiência do corpo docente da Academia Militar;
  • Promover o intercâmbio de conhecimentos sobre modelos pedagógicos e científicos diferentes;

As missões de ensino terão, normalmente, a duração de 3 a 5 dias, com um mínimo de 8 horas de aulas, mas podem prolongar-se durante três semanas.

Critérios de elegibilidade e de seleção:

Os professores que pretendem realizar missões de ensino numa Instituição parceira deverão ser previamente convidados pela Instituição de acolhimento e dar conta desse convite ao Gabinete Erasmus da Academia Militar para se certificarem de que existe já um acordo Interinstitucional celebrado entre as duas Instituições envolvidas.
As atividades de mobilidade a executar devem basear-se em acordos bilaterais, previamente assinados. As Instituições parceiras e os professores selecionados deverão acordar entre si o programa das aulas que serão dadas pelos professores visitantes.

No processo de seleção, será dada prioridade às atividades de mobilidade que se enquadrem nas áreas do conhecimento definidas pelo Comando da Academia Militar, e que preencham as seguintes condições suplementares:

  • Contribuir para a produção de materiais didáticos novos;
  • Contribuir para a consolidação e desenvolvimento das ligações entre departamentos para a preparação de futuros projetos de cooperação entre a Instituição de origem e de acolhimento.
  • Será dada prioridade aos candidatos que participam pela primeira vez na ação referida.

Financiamento

As bolsas de mobilidade destinam-se a auxiliar as despesas de viagem (Travel Grant) e de subsistência (Daily Grant - alojamento e alimentação) e variam em função do país a que a mobilidade se destina. Estas bolsas, contempladas em orçamento próprio e concedidas pela Comissão Europeia – via Agência Nacional Erasmus – estão enquadradas em contrato próprio, a ser posteriormente assinado entre a Academia Militar e o docente selecionado.

Documentos

É necessário trazer das Universidades Anfitriãs:

  • Atestado de Permanência (Confirmation of Stay) com as datas exatas do primeiro e último dia de estadia,
  • Bilhete de avião e faturas de despesas de Estadia.


    Nota: Os documentos serão enviados posteriormente à Agência Nacional.