Webinar Covid 19.3

WEBINAR | COVID 19 – IMPLICAÇÕES NO DESEMPENHO FÍSICO OPERACIONAL

A Academia Militar (AM), através do Laboratório de Prontidão Militar, realizou, em 15 de julho, um Webinar, subordinado ao tema “COVID 19 – Implicações no Desempenho Físico Operacional”.

Este Webinar, enquadrado pela atual conjuntura pandémica, originada pela disseminação da Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavírus 2 (SARs-CoV-2) – também conhecida por Corona Virus Disease (COVID), e no impacto, sem precedentes, que a mesma teve ao nível da saúde pública, com repercussões diretas no desempenho físico dos militares, teve o seguinte programa:

  • Abertura, pelo 2.º Comandante e Diretor de Ensino da AM, Brigadeiro-General Carlos Oliveira Ribeiro;
  • 1.º Tema - "Covid-19, implicações no contexto militar: Estudo de caso da Academia Militar”, pelo Capitão de Medicina Luís Moreno, Médico Especialista de Medicina Desportiva, da Direção de Saúde do Exército;
  • 2.º Tema - "Exercício físico e o Coronavírus (COVID-19): implicações para a prevenção, manutenção dos padrões e retorno da atividade operacional após contágio", pelo Tenente-Coronel Adriano, Investigador no Instituto de Pesquisa da Capacitação Física do Exército Brasileiro (IPCFEx);
  • 3.º Tema - "COVID-19 e el Entrenamiento fisico: un entendimiento de la Escuela Central de Educación Física del Ejército de Tierra", por Juan Ramón Godoy López, Comandante CGET EOF de Infantería, do Exército de Espanha;
  • 4.º Tema - "O impacto da pandemia num clube desportivo”, pelo Dr. Diogo Dias - Médico Especialista Medicina Desportiva;
  • Encerramento, pelo Comandante da AM, Major-General Luís António Morgado Baptista.

Assumindo-se como uma oportunidade de reflexão e partilha de experiências, foram identificados como pontos-chave a reter o impacto da pratica física como fator de redução de complicações em caso de infeção, a importância da criação de normas técnicas para um retorno progressivo e controlado da prática física no pós contagio, garantindo a manutenção dos níveis operacionais, as alterações do rendimento físico originado pela infeção e as “red flags” a ter em atenção no retorno à pratica física.

O evento contou com a presença de 120 participantes dos diferentes ramos das Forças Armadas de Portugal, Espanha e Brasil, Guarda Nacional Republicana, Bombeiros, diferentes Centros Hospitalares Nacionais e Proteção Civil.

Imagens alusivas ao evento:

Sem nome 6Sem nome 5