Notícias

avr 16TOMADA DE POSSE DO COMANDANTE DA ACADEMIA MILITAR

Ler mais

IMG 9527COMEMORAÇÕES DO DIA DA ACADEMIA MILITAR

O Dia da Academia Militar (AM) foi assinalado hoje, dia 12 de janeiro, em Lisboa, com um conjunto de atividades, as quais foram presididas por Sua Excelência o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Dr. Jorge Seguro Sanches, e onde estiveram presentes o Chefe do Estado-Maior do Exército, General José Nunes da Fonseca, e o Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana (GNR), Tenente-General Rui Manuel Carlos Clero.

No presente ano, devido à crise pandémica da COVID-19, a efeméride foi celebrada com um número reduzido de participantes, salvaguardando a distinção, a elevação e a sobriedade que caracterizam o cerimonial castrense, exaltando a história, as tradições, os valores e a cultura da AM. As atividades tiveram o seguinte programa:

  • Missa de Sufrágio pelos antigos alunos e servidores da AM já falecidos, celebrada pelo Capelão da AM, Pe. Tenente-Coronel Borges da Silva, na Capela do Palácio da Bemposta
  • Honras Militares a Sua Excelência o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Dr. Jorge Seguro Sanches, por uma Companhia de Alunos, sob o Comando do Capitão de Infantaria, Diogo Guarda
  • Cerimónia de Homenagem aos Antigos Alunos Mortos ao Serviço da Pátria
  • Cerimónia Militar
  • Visita Exposição “As Atividades de ID&I e Internacionalização desenvolvidas pela AM em ambiente COVID – 13Mar2020 a 12Jan2022”

A AM, no cumprimento da sua missão, de formar Oficiais destinados aos quadros permanentes do Exército e da GNR, tem atualmente um total de 532 alunos (345 do Exército, 157 da GNR e 30 dos Países de Língua Oficial Portuguesa). Da oferta formativa fazem parte a Licenciatura e Mestrado em Ciências Militares, na especialidade de Administração e Administração da GNR e os Mestrados Integrados em Ciências Militares nas especialidades de Infantaria, Artilharia e Cavalaria; de Ciências Militares, na especialidade de Segurança; de Engenharia Militar; de Engenharia Eletrotécnica Militar, na especialidade de Transmissões; de Engenharia Eletrotécnica Militar, na especialidade de Material; de Engenharia Mecânica Militar; de Medicina; de Medicina Dentária; de Ciências Farmacêuticas e de Medicina Veterinária.

A AM comemorou 232 anos, como estabelecimento de ensino superior público universitário militar, herdeiro da Academia Real de Fortificação, Artilharia e Desenho, criada por D. Maria I, em 1790, escola onde se formou o seu Patrono, Marquês de Sá da Bandeira e que constitui a referência da nossa antiguidade como uma das academias de ensino superior mais antigas do mundo.

Imagens alusivas ao evento. Selecione para ampliar:

IMG 9328HOMENAGEM AO MARQUÊS DE SÁ DA BANDEIRA, PATRONO DA ACADEMIA MILITAR

Ler mais

DM 2CERIMÓNIA DE DESPEDIDA DO CORONEL DE INFANTARIA CMD LUÍS FILIPE CARVALHO DAS DORES MOREIRA

Ler mais

sdq 2SEGUNDA REUNIÃO TRANSNACIONAL DO PROJETO ERASMUS KA2 HELPSEC - HYBRIDISATION OF SPECIALISED ENGLISH LEARNING FOR SECURITY PROFESSIONALS

Ler mais

Presepios 2021APRESENTAÇÃO DOS PRESÉPIOS DE NATAL

No âmbito das atividades evocativas de Natal, na passada sexta-feira, 17 de dezembro, o Corpo de Alunos, apresentou perante o Comandante da Academia Militar, Major-General Luís António Morgado Baptista, os Presépios de Natal.

O júri responsável pela avaliação dos cinco presépios de Natal destacou a 1.ª Companhia de Alunos como vencedor, este ano. A competir ou apenas a conviver, imperou a boa disposição e os laços de camaradagem saíram reforçados, tendo-se mantido mais uma vez, esta bonita tradição de Natal.

Resumidamente partilhamos os cinco Presépios de Natal, segundo a perspetiva de cada Companhia de Alunos:

IMG 87001.ª Companhia de Alunos

A 1.ª Companhia construiu uma Árvore de Natal, não tradicional que contempla os deveres militares que, à semelhança da árvore, também vão sendo construídos.

No Presépio da 1.ª Companhia de Alunos (1ª CAL) todos os elementos representados são simbólicos, não fosse essa a conotação do Natal: não existe uma estrela no céu, os reis magos, nem o anjo - a estrela do cadete-aluno é que guiou os três militares, previamente informados do acontecimento do seu nascimento pelo anjo S. Gabriel, patrono da arma de Transmissões.

Para chegarem ao Menino Jesus, o Infante, o Artilheiro e o Cavaleiro foram acompanhados por uma patrulha da GNR, mas tiveram que ultrapassar inúmeros obstáculos. A certo momento, foram obrigados a apear e deixar de contar com o apoio da Guarda, porque o caminho apresentava um declive muito acentuado e só conseguiram chegar ao destino ultrapassando um pórtico, previamente contruído pela Engenharia, que passa por cima das águas profundas do rio Jordão. Pelo caminho, foram emboscados mas com o apoio do dispositivo instalado à sua retaguarda, conseguiram sair ilesos.

Chegados ao destino, os militares, devido à situação pandémica atual e consequentes implicações económicas, não tinham para oferecer ouro, prata e mirra, contudo traziam o “pão nosso de cada dia” que lhes havia sido providenciado pela Administração Militar.

Desta forma, toda esta superação aqui representada ilustra e significa, para os cadetes-alunos da 1.ª Companhia de Alunos, o caminho a percorrer para alcançar os objetivos e enfrentar os desafios que lhes são propostos a cada dia, ao longo do seu percurso na Academia Militar, mas também das suas carreiras enquanto oficiais.

IMG 87182.ª Companhia de Alunos

O Presépio da 2.ª Companhia de Alunos assentou numa maquete/caixa de areia onde se materializa a operação de resgate e salvamento do Pai Natal - “Operação Salvar o Natal”.

Esta Operação foi constituída por três fases: numa 1.ª fase, verifica-se um combate convencional em direção ao objetivo (Pai Natal); já na 2.ª fase, o objetivo encontra-se feito prisioneiro de Guerra, verificando-se a realização de um golpe de mão, tendo ainda a participação dos comandos, que se encontram a flanquear o Menino Jesus de paraquedas, e militares a fazer fast-roping. Existem ainda militares das Operações Especiais na árvore de natal de forma a efetuar a cobertura das forças no terreno. A comandar estas unidades encontram-se os Reis Magos. Finalmente, na 3.ª fase, a missão foi cumprida com sucesso, estando o Pai Natal a salvo, e juntamente com a GNR a distribuir presentes e bens essenciais a todo.

A árvore de Natal foi preenchida com uma fotografia de todos os alunos que pertencem a esta companhia e com diversos símbolos das Unidades.

IMG 87293.ª Companhia de Alunos

A 3.ª Companhia de Alunos optou por este ano apresentar um típico presépio com os elementos habituais e também uma peça de teatro interpretada pelos próprios cadetes-alunos.

A peça de teatro teve como objetivo transportar a história do nascimento do menino Jesus para os dias de hoje. Com recurso a alguma imaginação e sátira, os alunos conseguiram proporcionar a todos as presentes boas gargalhadas, sem nunca se esquecerem do verdadeiro significado desta época: família, partilha e amor.

IMG 87694.ª Companhia de Alunos

Operação Natal Seguro 2021 é o nome da Operação conjunta entre o Exército Português e a Guarda Nacional Republicana que deu mote ao presépio da 4.ª Companhia de Alunos.

Um presépio diferente do tradicional, que consiste numa reportagem onde se registou o trabalho de ambas as instituições na realização de uma Escolta de Segurança, que viria a permitir aos três Reis Magos chegarem sãos e salvos ao átrio da 4ª Companhia, onde se encontrava um “presépio vivo”, e onde o menino Jesus nascera.

Durante o trajeto que os Reis Magos percorreram, foram vários os desafios que ambas as Forças tiveram que superar, nomeadamente, uma flagelação por fogos inimigos, bem como o restabelecimento da Ordem Pública, sendo estes episódios representativos do trabalho quotidiano, que quer o Exército Português - quer a GNR, têm que desempenhar para assegurar a paz e a tranquilidade, dentro e fora do país.

Esta operação foi mais um exemplo, de que quer seja "Em Perigos e Guerras Esforçados “, ou quer seja "Pela Lei e pela Grei", existirá sempre uma estrela de Belém a guiar os nossos militares para o sucesso das operações e missões que lhes forem entregues.

IMG 87875.ª Companhia de Alunos

A 5.ª Companhia de Alunos adaptou o tradicional cenário de um presépio de Natal e reimaginou a clássica e tradicional história do nascimento de Jesus numa localização geográfica de grande fama e importância para todos os militares, no geral, e para os alunos da Academia Militar (AM), no particular.

A escolha do novo cenário foi um tributo ao ponto alto da Formação Geral Militar na AM: os Blocos de Formação Militar. Deste modo, o presépio elaborado pela 5.ª Companhia representa as personagens típicas do presépio com alguns acrescentos, que protagonizam uma história de Natal um pouco diferente: o nascimento de Jesus durante uma prova topográfica, na Escola das Armas, em Mafra.

O presépio tem como centro os "Quatro Caminhos" de Mafra, mostrando o portão da entrada na tapada; a entrada na Escola das Armas; o portão vermelho; e a Aldeia Camões. Próximo do portão de entrada, encontra-se uma banda de música constituída por um dueto e vários instrumentos musicais, bem como um carro de combate que se eleva acima de uma colina. Ao lado do portão vermelho é visível o Sr. Capelão da AM a guiar algumas ovelhas, à semelhança do seu papel de mentor e apoio aos alunos da AM. Por fim, em frente à Aldeia Camões, ergue-se uma tribuna, onde três Srs. Generais, que assumem o papel dos clássicos Reis Magos, assistem ao nascimento do Menino Jesus, oferecendo uma boina de cada uma das três Forças Especiais do Exército Português. No cruzamento dos quatros caminhos, no centro do presépio, estão instalados no topo de um abrigo três atiradores de forma a montar segurança a toda a área, protegendo, assim, Maria, José, e o recém-nascido Menino Jesus.

acao de solidariedadeENTREGA SOLIDÁRIA À DELEGAÇÃO DA AMADORA DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA

Ler mais