FlyerCGCiber2020VII CURSO DE CIBERSEGURANÇA E GESTÃO DE CRISES NO CIBERESPAÇO

Teve início em 18 de maio de 2020, o VII Curso de Cibersegurança e Gestão de Crises no Ciberespaço (CGCiber), formação que resulta de uma parceria entre o Instituto da Defesa Nacional (IDN) e a Academia Militar (AM), tendo como finalidade contribuir para a sensibilização e formação de quadros intermédios e superiores das estruturas do Estado e da Sociedade Civil, bem como de elementos com potencial para o desempenho de funções relevantes no futuro, habilitando-os a intervir em questões relacionadas com situações de crise no ciberespaço. A cerimónia de abertura, que foi feita via telemática (Webex), contou com as intervenções da Directora do IDN, Professora Doutora Helena Carreiras, seguida do Comandante da AM, Major-General João Vieira Borges.

O VII CGCiber desenvolve-se em cinco módulos, cada um com a duração de um dia (6 horas), a decorrer por videoconferência (módulos 1 a 4) e presencialmente na Academia Militar, na Amadora (módulo 5) – este último, poderá ainda ser ajustado de forma a ser realizado via telemática, e subordinados aos seguintes temas:

  • “Perspetiva Global do Ciberespaço” (18 de maio);
  • “Economia, Tecnologia e Segurança” (19 de maio);
  • “Cibersegurança” (20 de maio);
  • “Ciberdefesa” (21 de maio);
  • “Exercício de Decisão Estratégica” (durante o mês de junho, em data a definir), que se configura como corolário do curso, procurando fomentar a discussão e levantar questões pertinentes relacionadas com situações de gestão de crises no ciberespaço, de forma a melhorar processos e facultar metodologias a utilizar na tomada de decisão.

O corpo docente é composto por reputados especialistas Nacionais e Internacionais de prestígio nas diversas áreas do conhecimento conexas com as temáticas do curso, inclusivamente com a intervenção de docentes da AM, com vista a uma formação especialmente orientada para o desenvolvimento de políticas e estratégias organizacionais, de cariz multidisciplinar.

O Curso é frequentado por 72 auditores.